Guia Money › Direitos que você tem no banco e não te contam

FINANÇAS PESSOAIS

Direitos que você tem no banco e não te contam

Ana Rosa
Escrito por Ana Rosa em agosto 12, 2019
Direitos que você tem no banco e não te contam
Junte-se a mais de 1000 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Direitos que você tem no banco e não sabe

Hoje o Guia Money trouxe para os clientes bancários 5 direitos que eles têm mas ninguém conta.

Cartões que você não pede

Quem nunca recebeu um cartão de crédito sem pedir? Às vezes, é de um banco onde você nem é cliente.

A prática é abusiva segundo regulação do Banco Central.

Se você ligar no banco, vai ouvir que nada vai acontecer e nada será cobrado se não desbloquear o cartão.

Mas e o risco de ser clonado e um belo dia receber uma fatura de gastos que você não fez?

Pra evitar imprevistos, o melhor é não jogar fora o cartão fora nem os papeis e carta que vieram com ele.

Lembre-se de informar o banco do envio equivocado.

Caso seja cobrado algo, terá a papelada documentando o recebimento indevido pois é dos seus direitos seu.

Conta gratuita

É regra do Banco Central: todo brasileiro tem direito a um pacote bancário gratuito.

Seu banco pode até se fazer de desentendido quando você perguntar, mas pode confiar, é lei.

pacote gratuito tem alguns limites de serviço, como quatro saques por mês, mas na maioria dos casos vale a pena cogitar contratá-lo e, eventualmente, pagar por um serviço que não esteja na cesta.

Sem cobranças adicionais

Quando você faz um financiamento, o banco pode exigir que você abra uma conta.

Mas não te cobrar valores como tarifa de abertura de crédito (TAC), taxa de registro de contrato, tarifa de avaliação de bens e outros.

Você deve pedir pro banco cancelar essa cobrança. Caso ele se recuse, envie uma reclamação ao Banco Central, por meio do site.

Cobranças constrangedoras

Se você está devendo dinheiro ao banco, deve pagá-lo, mas nem por isso a instituição pode te cobrar de qualquer jeito.

Ir nas suas redes sociais pra fazer a cobrança e te causar algum constrangimento, por exemplo, é proibido.

Você pode denunciar a prática no Banco Central e abrir um processo no Procon.

Mas se lembre de guardar as provas que confirmem que você se sentiu constrangido com a abordagem da empresa.

Portabilidade de crédito

Se você tem um empréstimo, mas viu que a grama do vizinho é mais verdinha pode trocar de instituição.

Caso veja que tem uma oferta de crédito mais interessante e barata em outro lugar, tem o direito de pedir a portabilidade do empréstimo de maneira gratuita.

É como se você tivesse fazendo um novo empréstimo e o banco antigo tivesse recebido a grana antecipadamente.

Você passa a dever pra nova instituição, mas sua dívida antiga fica quitada.

As informações são do Guia Bolso.

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Junte-se a mais de 1.000 pessoas