Guia Money › Vender um carro financiado como funciona

FINANÇAS PESSOAIS

Vender um carro financiado como funciona

Ana Rosa
Escrito por Ana Rosa em agosto 2, 2019
Vender um carro financiado como funciona
Junte-se a mais de 1000 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Ninguém compra um carro financiado pensando que não vai conseguir cumprir com o pagamento das parcelas. 

Porém essa é a realidade de algumas pessoas. Então já que é para se desfazer e passar para a frente seu carro que seja da maneira certa.

A dúvida de como vender um carro que está financiado pode vir a surgir também quando por exemplo quer comprar um carro melhor .

Ou porque está precisando de dinheiro e quer fazer uma “troca com troco”.

Nesse tipo de operação, você vende seu carro usado para a concessionária e usa o dinheiro recebido para três coisas:

1. Quitar as parcelas restantes do carro  usado.

2.Dar a entrada no carro novo

3. Pegar uma parte do dinheiro de volta para quitar dívidas

Você se encaixa em alguma dessas situações?

Vamos as dicas de como vender um carro financiado:

Saiba exatamente qual o valor da sua dívida

Descubra com o gerente do banco ou com a concessionária que financiou, o valor exato que você ainda deve.

Pergunte também o valor da dívida para pagamento à vista e tente priorizar essa opção na hora da venda.

Verifique se a documentação está em dia

Muita gente esquece de checar se o veículo que irá vender está com tudo em ordem.

Veja se você tem multas, licenciamento ou IPVA atrasados.

Caso exista alguma pendência.

Decida se irá pagar a conta e colocar esse valor no preço do carro ou ainda se prefere deixar o pagamento para o novo proprietário.

Caso prefira deixar a conta para o novo dono, avise-o antes de fechar a venda.

Isso provavelmente impactará no preço final.

Divulgue o carro para a venda

Anuncie seu veículo em todos os meios possíveis — classificados de jornais, sites especializados.

Amigos, loja de carros usados, feirões etc.

Exponha detalhes, benefícios do automóvel, tempo de uso, quilometragem, possíveis arranhões e marcas de uso.

Enfim, seja sincero. Deixe claro no anúncio que trata-se de venda de veículo financiado e se tiver dificuldade de revendê-lo, baixe o valor para torná-lo mais atraente por exemplo.

Priorize o comprador que pagar à vista

Com dinheiro na mão, você consegue renegociar a dívida e quitar o financiamento com mais facilidade.

 Essa opção também é boa para o comprador, que recebe um carro sem dívidas.

Coloque a venda direto na concessionária como última opção

Tudo bem que fazer a venda direto na concessionária é mais rápido e prático, mas você pagará um preço por conta disso.

O valor pago pela concessionária ficará abaixo da tabela Fipe (principal referência para avaliação de veículos usados).

Já que eles procurarão vender depois para uma outra pessoa (que não vai querer pagar mais do que o veículo vale no mercado).

Se você vender diretamente para uma outra pessoa, conseguirá receber uma quantia mais próxima do valor de mercado do veículo.

Transfira o financiamento

Na hora de vender um carro financiado, vale lembrar que a venda não depende somente de ter ou não um comprador.

Se a pessoa não for pagar o valor à vista, ela terá que passar por uma análise de crédito pelo banco, que decidirá se a dívida poderá ou não ser transferida.

Importante: essa avaliação será cobrada mesmo que a instituição financeira não aprove a transferência.

Em conclusão:

Seja qual for o tipo de venda, peça ao comprador que te acompanhe quando for depositar o pagamento do carro e também quando for ao cartório transferir a documentação.

Só assine a papelada quando o dinheiro estiver na sua conta.

As informações são do Guia Bolso.

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Junte-se a mais de 1.000 pessoas